Óleos corporais: dicas e produtos para sua pele-Demosuco

Óleos corporais: dicas e produtos para sua pele

Os óleos corporais são uma alternativa perfeita para quem deseja hidratar e perfumar a pele ainda durante o banho. Os óleos para o corpo são práticos, fáceis de usar, possuem inúmeras fragrâncias e, além de hidratar, acalmam, esfoliam e firmam a pele. Tudo depende dos ingredientes que compõem cada produto.

Além de todos esses benefícios, os óleos corporais são ideais para aqueles dias em que a gente está com pouco tempo para passar hidratante, mas precisa estar com a pele macia e perfumada. Quer saber mais sobre os óleos corporais? Continue lendo!

Principais óleos corporais para a pele

Os óleos corporais possuem uma função muito importante para o nosso corpo. Eles impedem que a água corporal evapore deixando a pele com aparência ressecada, repuxada e áspera. Além de auxiliar na hidratação, os óleos corporais nutrem a pele deixando-a mais saudável.

Portanto, para uma pele hidratada por muito mais tempo, não deixe de usar um óleo corporal de qualidade. Conheça agora os óleos corporais mais comuns e suas características.

Óleo de rosa mosqueta

O óleo de rosa mosqueta é muito conhecido por sua ação cicatrizante e clareamento de manchas no corpo. Ele reduz a aparência das estrias de diferentes graus e ajuda na eliminação de cravos e espinhas.

Óleo de girassol

Extraído das sementes do girassol, esse óleo devolve a elasticidade da pele eliminando o ressecamento. Também é muito usado em massagens terapêuticas reduzindo o cansaço e as dores locais. Por ser rico em vitamina E, o óleo de girassol previne rugas provocadas pelo sol.

Óleo de semente de uva

É um óleo mais fino, de rápida absorção e perfeito para massagens. Tem alta concentração de tocoferol, uma substância que aumenta a elasticidade da pele e estimula a produção de colágeno.

Óleo de pimenta

Existem muitas variedades do óleo de pimenta: negra, rosa, Cambuci. Pode ser comercializado puro ou com adição de outros ingredientes. São óleos também com efeito hidratante, mas com um aroma mais picante que garantem energia e disposição. Algumas fórmulas deixam a pele luminosa.

Óleo de amêndoas

Um dos óleos mais tradicionais do mercado, o óleo de amêndoas é muito versátil. Auxilia na redução de estrias e da celulite, pois diminui o inchaço e devolve a elasticidade da pele. O cheiro adocicado também é uma característica bem marcante desse óleo.

Óleo de rícino

Outro óleo de uso popular e conhecido por seus efeitos fitoterápicos é o óleo de rícino. Auxilia no combate a infecções, combate dores provenientes de doenças como artrite e também é um excelente estimulante para o crescimento de cabelos.

Óleo de maracujá

O óleo de maracujá é um dos óleos corporais preferidos dos consumidores. O cheirinho característico da fruta tem efeito calmante, provocando relaxamento e sensação de bem-estar. Tem ação anti-inflamatória e antioxidante.

Óleo de jojoba

Ideal para peles sensíveis, o óleo de jojoba deixa o corpo macio e brilhante, equilibrando a produção de óleo pelas glândulas sebáceas. Perfeito para peles oleosas.

Óleo de melaleuca

O óleo de melaleuca tem ação antibacteriana, antifúngica e anti-inflamatória. Seus efeitos fitoterápicos são conhecidos há muitos anos, por isso é muito usado em massagens e tratamentos de enfermidades da pele.

Óleo de abacate

Rico em vitamina D e vitamina E, além de antioxidantes, o óleo de abacate tem potencial rejuvenescedor, impactando diretamente na aparência saudável da pele. Portanto, prepare-se para uma pele mais jovem e bonita com óleo de abacate.

Óleo de macadâmia

O cheiro suave da macadâmia atrai mulheres que gostam de uma pele levemente perfumada, hidratada e macia por muito mais tempo. É um óleo indicado para todos os tipos de pele.

Óleo de Ylang Ylang

O óleo de ylang ylang é poderoso. Tem ação afrodisíaca e estimulante. Também é muito eficaz no tratamento de acnes e outras irritações da pele oleosa ou seca porque age diretamente na liberação das glândulas sebáceas.

Óleos para combater a celulite

Alguns óleos corporais são desenvolvidos com uma finalidade específica. Um deles é voltado para o tratamento da celulite. Os furinhos na pele, tão temidos pelas mulheres, são resultados da má circulação e da retenção de líquido, dentre outros fatores.

Se o seu foco é tratar a celulite prefira os óleos corporais de alecrim, limão, gerânio, menta e outros que tenham ação vasodilatadora, que melhoram a circulação da pele, além de serem estimulantes e diuréticos, reduzindo a presença de líquidos no organismo.

Aliado a isso, é importante manter uma alimentação saudável e fazer atividade física.

Óleos para a firmeza da pele

Se, além de deixar a pele hidratada e perfumada, você também quer a sua pele mais firme também existem muitas outras opções. O óleo de amêndoas, óleo de jojoba e o óleo de rosa mosqueta são maravilhosos para firmar a pele e reduzir a flacidez.

Benefícios dos óleos corporais

Os óleos corporais oferecem muitos benefícios. Podemos destacar:

  • Sensação de frescor, pele macia e hidratada por muito mais tempo.
  • Ação terapêutica de acordo com os ingredientes da fórmula. Os óleos corporais aliviam dores, inchaço, cansaço, tensões e energizam o corpo.
  • São rapidamente absorvidos pela pele, deixando-a com toque aveludado e sensível ao toque.
  • Óleos corporais têm utilidade prática, pois podem ser usados ainda durante o banho.
  • Quando adicionados aos cremes de massagem e aos hidratantes corporais, os óleos corporais ampliam os benefícios desses cosméticos.
  • Há grande variedade de aromas que atende a uma infinidade enorme de gostos.
  • Rejuvenescem a pele por sua ação antioxidante que combate os radicais livres.
  • Duram muito tempo. Basta pingar algumas gotas na palma da mão e você já tem um corpo macio e perfumado.

Óleo corporal ou hidratante?

Eles possuem funções semelhantes, mas o óleo corporal não é, necessariamente, um substituto do tradicional hidratante. O óleo corporal é um coadjuvante na hidratação da pele, auxiliando no seu tratamento.

Segundo os dermatologistas, o poder de hidratação do creme hidratante é maior porque a fórmula dele contém água, enquanto o óleo não possui esse ingrediente. O óleo, na verdade, possui uma barreira que impede que a pele perca água e fique ressecada.

De qualquer forma, escolher usar um ou outro produto vai depender mais da preferência de cada usuário. Algumas pessoas preferem o óleo porque podem usá-lo ainda no banheiro e já sair de lá com a pele hidratada. Se deixarem para usar o hidratante depois, vão acabar deixando de passar por esquecimento ou preguiça mesmo.

Outros consumidores não gostam do aspecto oleoso dos óleos corporais e, por isso, preferem o hidratante que tem um toque mais seco.

O fato é que o hidratante não pode ser deixado de lado, especialmente por quem tem a pele naturalmente ressecada, pois precisa de uma hidratação mais intensa.

Uma dica que atende a todas as necessidades é usar os dois produtos de forma alternada. Um dia usa o óleo corporal e no outro dia usa o hidratante. O mais importante é não descuidar do cuidado com a pele.

Óleos corporais para massagem

De maneira geral, todos os óleos corporais são ótimas opções para massagem, especialmente nos membros inferiores como pernas e pés. Seus ingredientes atuam aumentando a elasticidade da pele e reforçando a circulação sanguínea.

Para quem precisa relaxar e dormir no final do dia a dica é usar óleos calmantes com lavanda ou camomila na composição.

Para aliviar dores musculares recomendamos o óleo com extrato de arnica que tem poder revigorante e é ótimo para usar após exercícios físicos.

Para reduzir o cansaço das pernas uma escolha certa é o óleo de copaíba.

Para ganhar mais energia prefira a massagem com óleo de frutas cítricas. Além do cheirinho delicioso, o óleo cítrico devolve a disposição e alivia o estresse.

Para ficar em clima de romance escolha um óleo corporal com pimenta na lista de ingredientes.

Como usar os óleos corporais?

Como já vimos, os óleos corporais são essenciais para não deixar que a pele fique ressecada. Portanto, deve ser usado com frequência. No entanto, como o próprio nome já diz, o óleo não deve ser usado no rosto porque pode piorar o aspecto oleoso natural da região.

O óleo corporal pode ser usado com a pele ainda molhada, pois assim, a absorção é mais rápida.  Para reduzir o aspecto melado do óleo há duas dicas: A primeira é aplicar o produto com o corpo mais enxuto. A segunda dica é retirar o excesso de óleo com a toalha ou com uma nova chuveirada.

Não há necessidade de usar grande quantidade de óleo. Basta pingar algumas gotas na mão e espalhar na região desejada, de maneira suave. Ao aplicar óleos com propriedades mais específicas, os movimentos na pele podem ser mais enérgicos, como uma massagem mesmo.

Lembrando que os óleos corporais podem ser usados sem problemas por quem tem pele oleosa. Deve-se evitar apenas o uso em regiões mais propensas à acne como o rosto, peito e costas.

Óleos vegetais e óleos minerais: qual é a diferença?

Os óleos vegetais possuem apenas substâncias naturais na sua composição. Já os óleos minerais têm adição de ingredientes sintetizados utilizados para melhorar o aspecto final do produto.

Outra diferença é que o óleo mineral tem ação hidratante porque cria uma barreira que impede a evaporação da água da pele. Enquanto isso, o óleo vegetal hidrata e também nutre a pele, pois é rico em vitaminas, antioxidantes e ácidos graxos.

Óleos vegetais também não possuem efeito comedogênico, ou seja, não estimulam o surgimento de cravos e espinhas como geralmente acontece com os óleos minerais.

Na hora de escolher o seu óleo corporal, dê preferência para os óleos vegetais que são mais benéficos para o corpo e reduzem o risco de irritação.

Óleos corporais com ou sem enxágue?

Bom, para saber se o seu óleo corporal precisa ou não de enxágue é preciso ler o rótulo do produto. Mas, no geral, aqueles óleos que possuem na composição ingredientes fotossensibilizantes devem passar por um enxágue.

Fotossensibilizantes são substâncias que não devem ser expostas a luz solar sob risco de provocar irritações na pele.

Se o seu óleo corporal não exigir enxágue e mesmo assim você não gostar da sensação de corpo melado, basta retirar o excesso com a toalha ou com mais um minutinho embaixo do chuveiro.

Um óleo corporal para cada tipo de pele

Cada tipo de pele possui características próprias. Por isso, na hora de escolher o seu óleo corporal leve em consideração as suas necessidades. A seguir, algumas indicações:

Pele seca: pele mais grossa, irregular, sem brilho e sem vida.

  • Óleo de amêndoas: regenera a pele, confere toque aveludado, estimula a produção de colágeno e reduz os danos causados pela falta de oleosidade da pele.

Pele muito seca: pouquíssimo brilho, descamação frequente e desagradável ao toque. Pode apresentar rachaduras especialmente na região dos pés.

  • Óleo de abacate: óleo perfeito para combater as características mais fortes da pele seca como aspereza em excesso e opacidade.

Pele oleosa: brilho intenso, sensação de pele sempre úmida e um pouco desagradável ao toque.

  • Óleo de rosa mosqueta: um óleo formidável para ser usado em todas as peles. É rico em antioxidantes e não é um óleo gorduroso como a maioria dos outros óleos vegetais.
  • Óleo de jojoba: excelente óleo para peles sensíveis e que produzem sebo em excesso, pois ajuda a regular a produção dessa substância.

Pele normal: naturalmente equilibrada na produção de óleo, suave, macia e firme.

  • Óleo de semente de uva: mantém o aspecto natural da pele e evita o ressecamento e a flacidez.
  • Óleo de macadâmia: suave, muito bem aceito pelo corpo humano, contribui para o equilíbrio da pele normal.

Pele madura: apresenta linhas de expressão, rugas, flacidez e ressecamento.

  • Óleo de rosa mosqueta: age no combate às manchas naturais da idade e ameniza as linhas de expressão.
  • Óleo de prímula: tem ação revitalizante e fortalecedora, estimulando naturalmente o funcionamento da pele.

Os óleos corporais são cosméticos com múltiplas funções e que precisam ter um espaço reservado no seu armário ou no box do banheiro. Use-os alternando com o hidratante e garanta todos os benefícios que ele oferece. Sol em excesso, poluição, estresse, má alimentação e outros hábitos não saudáveis são as principais causas de uma pele ressecada e sem vida. Com a ajuda dos óleos corporais, sua pele ficará mais macia, hidratada, jovem e muito mais bonita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *