Tipos de sabonetes e como usá-los-Demosuco

Tipos de sabonete e como usá-los

O sabonete corporal é o primeiro item que nos vem à cabeça quando falamos em higiene do corpo. É um produto acessível e prático que, além de manter o corpo limpo e livre de impurezas, também serve para perfumar e tratar a pele, de acordo com as necessidades de cada uma.

Confira a seguir um pouco mais sobre esse produto tão versátil e necessário na nossa rotina diária de higiene e beleza.

Uma pequena história do sabonete corporal

O sabonete surgiu há mais de 500 anos e já tinha a função de limpar o corpo. No início era apenas uma mistura de gordura animal, madeira, água, cinzas e azeite para garantir um pouco de perfume. Depois, foi descoberto o processo de saponificação e surgiu o sabonete sólido.

Nessa época, o sabonete era um item de higiene de uso exclusivo da nobreza e era, inclusive, ofertado como um presente entre a realeza. Foi apenas no século dezenove que o sabonete se tornou um produto popular, com fabricação em grande escala e preços mais acessíveis.

Foi a partir daí também que surgiram novas fórmulas, novas fragrâncias e formatos. O sabonete corporal então se tornou um item básico de higiene no mundo todo.

A função do sabonete permanece a mesma dos tempos antigos: limpar o corpo removendo as impurezas que se acumulam ao longo do dia. Mas, ele também perfuma, deixa a pele macia e bem tratada.

PH do sabonete: o que é?

O PH é uma sigla para o termo potencial hidrogeniônico. É o que define o grau de acidez de um produto de acordo com uma escala que vai de 0 a 14. Quanto mais próximo de 14, mais alcalino é o produto. Já se o PH de um produto for mais próximo de 0, mais ácido ele é. Sabonete com PH 7, por sua vez, é considerado neutro.

Na hora de escolher o sabonete, o recomendado é optar por aquele com PH mais próximo do PH da pele. Sabonetes em barra, no geral, são mais alcalinos com PH entre 8 e 9 e são ideais para a limpeza do corpo. Já os sabonetes líquidos e os mais cremosos variam entre 5,5 e 7 de PH e, portanto, são os melhores para a região do rosto e peles sensíveis.

Para crianças e para idosos, o sabonete deve conter PH abaixo ou igual a 7, como é o caso do sabonete neutro. Sabonetes alcalinos são contraindicados devido à sensibilidade da pele infantil e da pele madura.

Conheça os vários tipos de sabonete

Existem, basicamente, três tipos de sabonetes no mercado:

  • barra;
  • gel;
  • líquido.

No entanto, encontramos sabonetes para os mais variados fins. Saiba mais sobre cada um deles a seguir:

Sabonete em barra

O sabonete em barra é o tipo mais comum, o mais barato e o mais consumido pela população em geral. É encontrado em fragrâncias diversas, tamanhos e formatos. O sabonete em barra é o que tem maior custo benefício porque possui um preço acessível e grande durabilidade.

Pode ser usado diretamente no corpo, sem precisar usar esponja ou bucha.

Sabonete líquido

O sabonete líquido é considerado mais higiênico do que o sabonete em barra porque não há o contato direto da pele da pessoa com o produto todo. Assim, ele pode ser utilizado por várias pessoas tranquilamente.

A sua aplicação é bastante homogênea e algumas pessoas preferem usar uma esponja para o melhor aproveitamento do produto e mais eficiência na limpeza. O sabonete líquido também é mais prático para ser usado em viagens, dentro da bolsa etc.

Sabonete em gel

Outra versão interessante é a do sabonete em gel. Ele tem uma textura mais firme do que o sabonete líquido e é indicado para peles oleosas, mais suscetíveis a cravos e espinhas. O sabonete em gel ajuda a controlar a oleosidade dessa região.

Sabonete esfoliante

O sabonete esfoliante contém pequenas esferas que fazem uma limpeza mais profunda da pele, removendo células mortas. Esse tipo de limpeza também retarda o aparecimento de cravos e espinhas especialmente em peles oleosas que tendem a sofrer mais com esses problemas.

No entanto, o sabonete esfoliante deve ser usado com moderação. Seu uso frequente pode agredir a pele e deixá-la sensível em excesso.

Sabonete antibacteriano

O sabonete antibactericida possui uma fórmula diferente do sabonete convencional. Além dos ingredientes essenciais para a limpeza do corpo, o sabonete antibacteriano possui substâncias mais potentes que combatem diversos microrganismos causadores de doenças.

Seu uso é mais indicado após o contato com áreas coletivas como piscinas, praias e parques e também para combater inflamações no corpo. Profissionais que trabalham em hospitais ou similares também devem usar um sabonete antibacteriano que faz uma limpeza mais profunda.

Sabonete hidratante

O sabonete comum tem a função de remover a sujeira do corpo. Ao fazer essa limpeza, ele acaba removendo também parte da proteção natural da pele e isso pode deixá-la ressecada. Por isso, muitos sabonetes trazem em sua composição ingredientes hidratantes que evitam esse ressecamento. É muito indicado para peles secas.

Sabonete hipoalergênico

Sabonetes com essa característica são assim chamados porque possuem menos potencial de causar alergia. Ou seja, se o consumidor tem a pele mais sensível deve dar preferência para sabonetes hipoalergênicos. Assim, ele corre menos risco de sofrer com coceiras, ressecamento e outras irritações.

Sabonete orgânico

O sabonete orgânico deve ter em sua fórmula pelo menos 95% de ingredientes totalmente orgânicos e que não tenham sido cultivados com a ajuda de pesticidas, agrotóxicos e outros produtos sintéticos.

Por não conter substâncias químicas e devido ao processo de fabricação diferenciado, o sabonete orgânico é um produto com menos risco de causar irritação à pele e menos danos ao meio ambiente.

Sabonete vegano

O sabonete vegano tem uma particularidade na sua fabricação que é a proibição total do uso de animais, seja na composição ou no teste dos produtos. Assim, sabonetes veganos não possuem nenhum ingrediente de origem animal como mel, cera de abelha e tutano de boi, por exemplo. O sabonete vegano geralmente é mais cremoso do que o tradicional.

Sabonete infantil

Quem pensa que o sabonete infantil é diferente do sabonete para adultos apenas por causa da embalagem e do cheiro está enganado. O sabonete para crianças tem uma fórmula específica para a pele infantil que é mais sensível e absorve substâncias com maior facilidade, diferente da pele adulta.

Por isso, o sabonete infantil é menos agressivo, mais suave e é hipoalergênico, ou seja, tem menos chances de causar alergias. Adulto pode usar sabonete infantil, mas o contrário não deve acontecer porque as crianças podem sofrer com diversos tipos de irritações.

Sabonete para a região íntima

Para a região íntima, o ideal é usar um sabonete próprio, o sabonete íntimo. Ele é formulado com um PH mais ácido que pode variar entre 4, 5 e 5,5, o que condiz com o tipo de PH da área genital. Portanto, nada de usar sabonete íntimo com PH alcalino.

O sabonete íntimo deve ser usado com moderação, exclusivamente na região genital e apenas na área externa, nunca na parte interna. Usar o sabonete íntimo mais de três vezes ao dia é prejudicial porque remove a proteção e a gordura natural da região e pode provocar irritações.

Por ser utilizado em um local bastante sensível, o sabonete íntimo é hipoalergênico, ou seja, oferece menos risco de alergias e outros incômodos.

Sabonete massageador

O sabonete massageador possui ondulações em sua superfície que estimulam a circulação sanguínea e massageia enquanto exerce a sua função principal que é a de higienizar a região.

Um sabonete para cada tipo de pele

Você sabia que existe um tipo de sabonete para cada tipo de pele? Por isso é importante que, antes de comprar qualquer cosmético ou item de higiene, você conheça bem as características da sua pele para acertar na escolha do produto.

Pele seca

A pele seca tem tendência a ficar ressecada e com aspecto repuxado. Por isso, é recomendado usar sabonetes com ação hidratante, que protegem a pele impedindo a perda da água e evitando o ressecamento.

O sabonete para pele seca costuma ser mais cremoso e com ingredientes com potencial oleoso para equilibrar a região.

Pele oleosa

Para peles oleosas o mais indicado é usar o sabonete em gel que obstrui menos os poros, evitando o surgimento de cravos e espinhas. Quem tem pele oleosa sofre bastante com esses problemas dermatológicos.

Enxofre e ácido salicílico são dois ingredientes facilmente encontrados em sabonetes para esse tipo de pele. Evite sabonete comum, pois ele remove a oleosidade por completo, o que não é indicado.

Pele mista

A pele mista é a junção da pele oleosa e da pele seca. A concentração maior de gordura fica na região da testa, nariz e queixo, a famosa região “T”. Para manter o equilíbrio necessário, o ideal é usar sabonetes para a pele seca e também para a pele oleosa, sem esquecer de usar um tônico adstringente para completar a limpeza e fazer uma boa hidratação depois.

Pele normal

Diferente dos outros tipos de pele, a pele normal não exige nenhum cuidado específico a não ser o uso de sabonete hidratante para manter o corpo e o rosto macios e suaves.  

Pele sensível

A pele sensível fica irritada muito facilmente, por isso, o sabonete ideal é aquele que contém ingredientes com função calmante, como calêndula e camomila, por exemplo. Não é recomendado fazer esfoliações frequentes para evitar alergias e vermelhidão.

Como usar o sabonete da forma correta

Antigamente, o sabonete era um produto usado apenas pelos ricos e nobres. De tão especial, era muito comum usá-lo para presentear alguém. Uma curiosidade interessante é que na hora de embrulhar o sabonete, sempre ia junto uma bula, ensinando como usar o presente.

Hoje, essa informação básica está impressa no rótulo ou na caixa do sabonete. Mesmo assim, ainda é necessário fazer algumas recomendações sobre o uso do sabonete. Confira:

  • Não use sabonete do corpo no rosto

O motivo é simples: a pele do rosto não tem as mesmas características da pele do corpo. Enquanto o rosto é mais sensível, a pele do corpo é mais resistente. A dica é usar produtos diferentes e adequados para cada região: rosto, corpo e região íntima.

  • Evite usar bucha com frequência

Quem usa sabonete líquido costuma usar também a bucha ou esponja para espalhar melhor o produto. Mas, cuidado com o exagero. Usar a bucha todos os dias remove a hidratação natural da pele, deixa a região mais fina e pode causar irritação.

  • Use o produto próprio para o seu tipo de pele

Pele não é tudo igual. Descubra qual é o seu tipo de pele e use o sabonete que atenda às suas necessidades. Tendo esse cuidado, você evita ressecamento, vermelhidão, oleosidade em excesso que pode causar cravos e espinhas, alergias e outras disfunções.

  • Não lave o rosto várias vezes ao dia

O sol, o calor, a poeira por vezes nos obriga a lavar o rosto várias vezes ao dia para refrescar e tirar aquela sensação de sujeira. Mas, o recomendado é lavar o rosto apenas duas vezes ao dia: de manhã, ao acordar e à noite. É o suficiente para remover a oleosidade em excesso, poeira e bactérias que tenham se instalado no rosto durante a noite ou ao longo do dia.

  • Evite lavar o rosto com água quente

Água muito quente dilata os poros do rosto, aumenta a produção de óleo na região e favorece o aparecimento da acne. Prefira lavar o rosto com água fria ou morna.

  • Só o sabonete não remove a maquiagem

Se você costuma retirar a maquiagem apenas com sabonete, mude já esse hábito. Use antes um demaquilante bifásico que facilita a retirada de batom, rímel e delineador. Depois, lave o rosto com água morna e um sabonete específico para a sua pele.

Como vimos, o sabonete corporal é um produto fundamental na nossa higiene de todos os dias. É fácil de encontrar, tem formato e fragrâncias para todos os gostos. Mas, não é tão inofensivo quanto parece, pois pode causar alergias e irritações na pele se for usado de forma inadequada. Por isso, conhecer o sabonete de forma mais detalhada é importante para garantir os seus efeitos benéficos que são: pele limpa, saudável e perfumada.

Produtos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *