Como o alisante de cabelo funciona? Entenda as diferenças entre os principais tipos de alisamentos-Demosuco

Como o alisante de cabelo funciona? Entenda as diferenças entre os principais tipos de alisamentos

Se você pensa em entrar no mundo dos cabelos alisados, usar o alisante de cabelo pode ser uma alternativa para você.

O processo químico do alisante de cabelo vai alterar a estrutura dos seus fios, fazendo com que ele fique mais “esticado” e consequentemente, mais liso.

Vale lembrar, que todo processo químico pode acabar enfraquecendo o seu cabelo, mas se o seu fio estiver saudável e você cuidar direitinho dele, com bastante hidratação e reconstrução, em geral, você consegue evitar um fio liso ressecado, quebradiço e sem brilho. 

Como o alisante de cabelo atua no seu fio?

Dentro do nosso fio, existem várias estruturas químicas e dentre elas temos o dissulfeto. É essa estrutura que define se o seu cabelo será liso ou formará cachos. 

Funciona da seguinte forma: quanto maior a quantidade de dissulfeto no seu fio, mais enrolado será o seu cabelo. E é exatamente nessas estruturas que os alisantes químicos atuam, alterando as estruturas químicas e fazendo com que o seu fio fique esticadinho e consequentemente liso.

Existe a possibilidade do alisante de cabelo danificar os meus fios?

Não podemos te dizer que não, afinal, é um processo químico e não natural dos seus fios. Portanto: sim, submeter o seu fio a alisante químico pode sim danificar os seus fios. 

Essa química vai alterar a estrutura da ponte de dissulfeto (que é substância que garante que os seus fios tenham ondinhas) e pode acabar sobrecarregando essa estrutura e fazer com que a força dos fios seja afetada e isso pode trazer algumas consequências, como danificar o seu fio.

Qual é o tempo de duração do efeito de alisamento no meu cabelo?

Existem vários tipos de alisamentos, mas considerando que essa química altera a estrutura do seu fio e um alisamento definitivo, ele vai continuar liso por um bom tempo. 

O lugar que você vai precisar retocar é na raiz porque ela vai crescendo e vai vindo o seu cabelo natural. Geralmente, o crescimento da sua raiz vai depender do seu organismo, mas a média é de em torno de 3 meses. 

Se o alisamento não for do tipo definitivo, o efeito alisado vai saindo durante as lavagens do seu cabelo. Ou seja, o tempo de duração também vai depender dos seus hábitos de limpeza dos fios e como cada pessoa tem um, pode ser que demore mais para uma pessoa e menos tempo para outra. 

O recomendado é que você consulte o profissional que irá fazer o procedimento nos seus fios e explicar como é a sua rotina de cuidados, quais produtos você usa e como você trata e finaliza seu fio. O profissional de cabelos é a pessoa mais indicada para te dar um parâmetro de duração do alisamento das suas madeixas.

Cuidados após o alisamento do seu cabelo 

Como quando você faz um alisamento você está submetendo o seu cabelo a um processo químico, é importante que você mantenha os cuidados para manter a saúde do seu cabelo.

Dentre os cuidados que são importantes você inserir na rotina de cuidados com as suas madeixas, temos o cronograma capilar. Nele, você vai ter o dia de fazer hidratação, nutrição e reconstrução

É importante também sempre cortar as pontinhas do seu cabelo porque a gente sabe o quanto as pontas duplas não são legais, além de fazerem o fio quebrar com mais facilidade.

Existem vários tipos de alisamentos no mercado e cada um tem uma proposta. Além disso, cada um possui diferentes compostos químicos na fórmula que vai alisar o seu fio.

Como o alisante de cabelo funciona? Entenda as diferenças entre os principais tipos de alisamentos

Por isso, é importante que você saiba qual é o composto que é melhor para o seu fio. Converse bastante com a pessoa que está te vendendo o produto e com o profissional que irá fazer o procedimento no seu fio para não se decepcionar com o resultado. 

Quais são os principais tipos de alisantes de cabelo?

Trouxemos os principais tipos de alisantes do mercado e as suas características para você entender melhor quais são as opções disponíveis para você, são elas:

– Escova progressiva;

– Botox capilar;

– Escova definitiva;

– Escovas progressivas sem formol.

Como o alisante de cabelo funciona? Entenda as diferenças entre os principais tipos de alisamentos

Escova Progressiva

Tenho certeza que você já ouviu falar da famosa escova progressiva, mesmo que você não vá a salões de beleza com tanta frequência. Sua proposta é alisar o cabelo, reduzir o volume com a promessa de um resultado no qual o seu cabelo ficará sedoso, com movimento e com bastante brilho.


A duração da escova progressiva é de, em média, dois a três meses. Mas sendo  sincera, não é saudável repetir o procedimento de escova progressiva em intervalo menores do que esse tempo. 

Lembre-se que a maioria das escovas progressivas contém formol e se expor sem necessidade a essa substância pode causar danos a sua saúde.

Botox Capilar

O  botox capilar promete a reposição dos nutrientes dos seus fios que foram se perdendo ou que precisam serem repostos. Isso faz com que o seu cabelo ganhe viço, aspecto de saudável e hidratado. 

Esse procedimento é indicado para quem quer deixar os cabelos mais lisos e com menos volume. Você notou que eu disse “mais lisos” e “menos volume”, certo?

Isso porque o botox capilar é diferente da escova progressiva. O tratamento acaba sendo prioridade e o alisamento consequência do procedimento. Ou seja, se você quer um cabelo bastante liso, talvez o botox capilar não seja a melhor opção para você. Principalmente se o seu cabelo tiver ondas bem fechadas.

Lembrando ser um procedimento de tratamento que acaba promovendo o efeito liso, ele pode ser repetido a cada 2 meses que é a duração em média do efeito do botox capilar nas suas madeixas

Escova Definitiva

Antes de submeter os seus fios a esse tipo de procedimento, tenha a certeza de que o seu cabelo está forte e saudável, porque justamente por esse tipo de alisamento proporcionar o efeito liso por até 6 meses, ele pode ser um pouco mais agressivo aos seus fios.

O cuidado com as madeixas deve ser feito antes e depois do procedimento, sendo indicado fazer hidratação nos seus fios pelo 1 vez por semana. Fazer o cronograma capilar também é uma opção muito bacana.

Escova progressiva sem formol

As escovas progressivas sempre foram conhecidas por apresentarem uma porcentagem grande de formol em sua formulação. Muitas vezes, a quantidade de formol era associada ao resultado da progressiva, ou seja: para alguns, quanto mais formol, melhor.

A Anvisa se atentou a esse risco do uso indiscriminado do formol e regulamentou o limite de 0,2% de formol na formulação dos  produtos usados para esse fim.

Hoje, já é possível realizar o procedimento alisante sem o uso do formol. Existes alguns lugares que oferecem a escova progressiva sem o formol na fórmula, indicadas principalmente para diminuir o volume e o frizz dos cabelos mais rebeldes.

A duração do resultado do procedimento é de de 2 a 3 meses. Nessa opção, o formol é substituído pelo tioglicolato de amônia e a etalonamina, que são substâncias que causam menos danos aos seus fios. Além disso, a possibilidade de causarem alergia ou descamação do couro cabeludo é menor e por isso tem sido tão bem aceita pelo mercado dos cabelos alisados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *