O lenço umedecido íntimo é uma novidade que chegou para ficar, mas saiba como usá-lo da forma correta

O lenço umedecido íntimo é uma novidade que chegou para ficar, mas saiba como usá-lo da forma correta

A pele que fica na região íntima feminina é tão delicada, que assemelha-se à pele do rosto. Da mesma forma que nossa cútis transpira e sofre com oleosidade, assim também ocorre nessa região. Para manter a área sempre higienizada, lavamos bem durante o banho.

Contudo, devido à correria do dia a dia, é difícil encontrar tempo (e até banheiro!) para nos lavarmos. Com o objetivo de diminuir a sensação de desconforto, o lenço umedecido íntimo é a solução mais procurada atualmente pelas mulheres.

Eles são bem fáceis de usar e extremamente práticos, dando um bom suporte higiênico enquanto não chegamos em casa para realizar a limpeza completa.

Mas é importante que você não utilize esse produto em excesso, pois isto poderá causar corrimento, alergias ou outra irritação na pele. Além disso, o uso desmedido traz o risco de desequilibrar a flora vaginal, causando demais outras complicações de saúde.

Sumário

Em quais momentos é mais aconselhável utilizar o lenço umedecido íntimo?

Primeiramente, os ginecologistas aconselham nunca usar o lenço umedecido intimo como substituto da limpeza com água e sabonete. Ele serve apenas como suporte higiênico temporário para quando a mulher estiver impossibilitada de tomar banho.

Em situações como uma longa viagem de avião, fim de treino em uma academia de ginástica ou até mesmo após uma relação sexual, os lencinhos são uma ótima opção de limpeza.

O lenço umedecido íntimo é uma novidade que chegou para ficar, mas saiba como usá-lo da forma correta

Algumas mulheres, ao irem no banheiro urinar, secam-se usando o lenço íntimo. Ginecologistas não recomendam, pois pontuam como uso em excesso.

Então, qual a maneira correta de utilizar o lenço íntimo?

Ao utilizar seu lenço umedecido íntimo, jamais aplique-o na parte interna da vagina. Seu uso deve restringir-se apenas às genitálias externas.

Uma outra informação importante acerca de como usar os lencinhos é: o movimento deve ser sempre de frente para trás, nunca o contrário.

Assim, você evitará que coliformes fecais entrem em contato com sua vagina, evitando infecções ou outras enfermidades.

Para finalizar, ginecologistas aconselham que, após passar o lenço umedecido em sua região íntima, tente retirar o excesso de umidade que fica. Isto evitará fungos ou modificações na flora vaginal que possam comprometer a saúde da sua genitália.

Como saber qual melhor lenço umedecido íntimo para o meu caso?

Mais uma vez, profissionais da área médica aconselham que você busque por lenços que não contenham álcool ou fragrância em sua formulação. Isto diminuirá bastante as chances do surgimento de alergias ou demais irritações.

Procure sempre por produtos que possuam o ph neutro. A dica aqui é buscar por lenços umedecidos infantis, pois eles costumam não trazer em sua composição estes elementos.

Desenvolvidos para pele de bebês, são suaves e ótimos de serem usados como suporte higiênico para a parte íntima feminina.

Atente-se ao controle da umidade

Como dito anteriormente, ao passar o lenço umedecido íntimo, retire o excesso de umidade que o produto deixou.

O lenço umedecido íntimo é uma novidade que chegou para ficar, mas saiba como usá-lo da forma correta

Se está indo para a piscina, praia ou mesmo academia de ginástica, onde transpirará bastante, jamais esqueça de tomar os devidos cuidados com sua parte íntima:

  • Evite usar duchas de água para realizar a higienização íntima. Além das duchas alterarem a flora vaginal, ainda podem empurrar para dentro do seu corpo fungos e bactérias extremamente prejudiciais.
  • Ao ir à praia ou piscina, leve ao menos 2 peças de banho. Se passar o dia inteiro no local, troque uma peça pela outra quando já estiver vestida há bastante tempo com a primeira.
  • Protetores diários são ótimos e as mulheres estão adorando a novidade. Contudo, o recomendável é que você não o utilize a maior parte do tempo, pois causa abafamento da região íntima.
  • A parte externa da vagina também é coberta por uma mucosa. Porém não tem queratina, como no restante da nossa pele. Assim sendo, cuidado quando for comprar produtos para uso em partes íntimas! Se for o caso, busque orientação do seu ginecologista.
  • Evite usar perfumes ou talcos na região vaginal. Caso queira diminuir o odor característico da área, opte por sabonetes à base de glicerina ou com ph neutro.
  • Calcinhas e shorts devem ser preferencialmente feitos de algodão. Esse material possibilita que a área íntima permaneça arejada, principalmente no dia seguinte à praia.

Qual o mais indicado para higiene íntima feminina: papel higiénico ou lenço umedecido íntimo?

Em geral, lenços umedecidos são bem melhores para realizar a limpeza da área íntima feminina.

Ao utilizar apenas o papel higiênico, é possível ainda que fiquem alguns resíduos de urina, o que pode causar mau cheiro ou facilitar a proliferação de bactérias na região.

Só não esqueça de, ao passar o lenço umedecido íntimo, retirar o excesso de umidade que o produto deixa.

Seria necessário focar mais nos cuidados íntimos durante o período menstrual?

É interessante que, principalmente durante o período menstrual, a mulher carregue em sua bolsa alguns lenços umedecidos íntimos.

Ao trocar de absorvente durante o dia, aproveite para realizar uma limpeza rápida na área. Assim, irá sentir-se com uma sensação de limpeza duradoura durante o restante do dia.

Conclusão

O uso de lenço umedecido íntimo é um hábito atual e bastante comum entre as mulheres. É um produto de uso prático e traz uma sensação de limpeza maior que quando usamos apenas papel higiênico.

O lenço umedecido íntimo é uma novidade que chegou para ficar, mas saiba como usá-lo da forma correta

São produtos desenvolvidos, em sua maioria, com ativos químicos suaves e ácido láctico, com o objetivo de não alterar o ph vaginal.

Os lenços são dermatologicamente testados antes de aparecerem nas prateleiras do mercado, mas mesmo assim o uso excessivo do produto pode causar problemas de pele, como alergias, coceiras, irritações e, na pior das hipóteses, corrimento vaginal.

Ou seja, o produto é de uso ocasional, apenas em situações em que a mulher esteja realmente desconfortável em meio a situações do dia a dia. Contudo, jamais o utilize como substituto da lavagem completa com água e sabonete.

Lembre-se que a saúde íntima da mulher reflete o nível de autoconhecimento que ela tem. Mantenha-se sempre bem informada sobre os últimos lançamentos em produtos íntimos e, quando necessário, faça uma visita ao seu nutricionista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *