Tudo o que você precisa saber sobre alisantes de cabelo

Tudo o que você precisa saber sobre alisante de cabelo

Você sabe como age um alisante de cabelo? Provavelmente não. Contudo, são milhares as mulheres que desejam ter fios lisos, soltos e brilhosos, recorrendo aos alisantes para alcançar tal efeito.

Existem nas prateleiras do mercado diversos tipos de alisantes e conhece-los é importante para que você saiba escolher qual o melhor para seus cabelos.

Se ainda tem muitas dúvidas sobre como ocorre esse processo e qual o alisamento de cabelo ideal para você, continue conosco e confira as dicas excelentes que separamos.

Sumário

O que é um alisante de cabelo e como ocorre o processo de alisamento?

O produto serve à finalidade de alisar os fios. Existem ativos químicos nele que agem diretamente em um elemento muito presente em fios cacheados e crespos: a ponte de sulfeto. Assim sendo, o cabelo recebe o tão aclamado efeito liso.

Tudo o que você precisa saber sobre alisantes de cabelo

É claro que esse efeito varia de acordo com o tipo de cabelo da mulher, bem como o tipo de química contida no alisante. Por isso mesmo, você deve escolher muito bem o produto que irá utilizar em suas madeixas.

Quais são os principais tipos de alisamento? Qual alisante de cabelo escolher?

Escova progressiva

A escova progressiva é um processo de alisamento com o objetivo final de diminuir o frizz e o volume dos cabelos.

Como diz o nome, esse tratamento capilar tem efeito progressivo, ou seja, a cada vez que você o repete, mais liso o cabelo fica.

Contudo, saiba que o efeito alcançado é temporário e vai saindo conforme a mulher for lavando os fios.

Se possui cabelos ondulados, cacheados ou um liso com maior volume, então a escova progressiva é ideal para seu caso. Os ativos químicos desse procedimento não agem de maneira eficaz em fios crespos.

Escova definitiva

Ao contrário da progressiva, a escova definitiva consegue atingir o resultado de deixar cabelos cacheados, ondulados e crespos com um efeito definitivamente liso.

Ou seja, até que nasçam novos fios livres de química, o efeito do alisante de cabelo permanecerá nas madeixas.

Escova inteligente

A escova inteligente, basicamente, deixa nos cabelos o mesmo efeito que a escova progressiva.

É um alisamento de cabelo leve, à base de proteínas, queratina e aminoácidos que, nos cabelos cacheados, por exemplo, apenas deixa-os com cachos soltos e maleáveis.

Em um cabelo liso volumoso e com frizz, esse tratamento manterá os fios mais alinhados.

Relaxamento capilar

O relaxamento já contém ativos químicos mais fortes e que são capazes de alisar completamente os fios ou, dependendo do caso, deixar o cabelo com cachos mais maleáveis.

Qual o tempo médio de duração de um alisante de cabelo?

Se fizer um tratamento de alisamento permanente, este durará até que fios novos comecem a nascer. Ou seja, se a velocidade de crescimento do seu cabelo for rápida, então o efeito liso desaparecerá logo.

Tudo o que você precisa saber sobre alisantes de cabelo

Geralmente, é necessário retocar o alisante a cada 3 meses. Mas, como dito anteriormente, não há um padrão. Tudo dependerá do processo de crescimento capilar de cada mulher.

Quando o alisamento é com produtos mais leves, o efeito vai saindo gradativamente durante as lavagens.

Quais cuidados devo ter após usar um alisante de cabelo?

Os cabeleireiros recomendam 3 principais processos a serem feitos após realizar um tratamento alisante nos fios. São estes:

  • Cortar as pontas. Quando você corta as pontinhas do cabelo, isso evita o surgimento de embaraçamento, pontas duplas e problemas com quebra de fios.
  • Reconstrução capilar. A reconstrução vai devolver às suas madeixas a proteína perdida durante o processo de alisamento.
  • Cronograma capilar. Aqui, a mulher realizará no cabelo a reconstrução, hidratação e nutrição. Estes processos são muito importantes para que seu cabelo não resseque e permaneça saudável, mesmo depois da química aplicada.

Qual o tipo de hidratação ideal para quem aplicou química alisante nos fios?

Dois tipos de hidratação são ótimos para cabelos alisados quimicamente:

  • Queratina. A hidratação com queratina promove a reconstrução do fio que está fragilizado pelo alisamento.
  • Mel. Já o mel consegue realizar a recuperação de fios danificados e porosos, tratando as fibras capilares que acabaram de passar por um processo alisante.

Qualquer tipo de cabelo pode ser alisado?

Em tese, sim. Contudo, é necessário avaliar em qual condição sua fibra capilar se encontra.

Se os fios estiverem fortes e saudáveis, não há problema algum em submetê-los a um alisante de cabelo.

Tudo o que você precisa saber sobre alisantes de cabelo

Contudo, o melhor é sempre procurar a orientação de um bom cabeleireiro, pois ele analisará a condição do seu cabelo e dirá se está apto ou não a passar por um processo de alisamento.

Mas atenção! Evite tentar alisar seu cabelo sozinha em casa.

Alisantes de cabelo são produtos químicos fortes e, caso não tenha o devido conhecimento sobre o produto, bem como a maneira de aplicá-los corretamente, nem tente realizar o processo.

Correrá um risco muito grande de não apenas causar uma reação química adversa em seus fios, como também danificar bastante seu couro cabeludo.

Dicas extras para quem pretende alisar as madeixas:

  • Ao submeter-se a um processo de alisamento capilar, evite passar a todo momento as mãos pelos cabelos. Isto porque, com a sujeira e suor das mãos, os fios podem, além de sujar mais rapidamente, ficar frágeis e quebrarem.
  • Não tem problema lavar seus cabelos alisados sempre que quiser. A não ser que seus fios sejam bastante ressecados. Neste caso, lave-os em uma média de 2 a 3 vezes por semana.
  • Quando for prender os cabelos, prefira elásticos desenvolvidos com um material mais flexível, que não facilite a quebra dos fios.
  • Ao escolher seu shampoo, não fique bitolada em comprar apenas produtos voltados para quem passa por um processo de alisamento capilar. Leve igualmente em consideração seu tipo de cabelo.
  • Se for cortar uma franja, a dica é que faça nela um corte reto com as pontas sutilmente desfiadas e desconexas. Esse tipo de corte harmoniza bem com fios bem lisos.
  • No restante do cabelo, o corte pode ser mais reto, sem muitas pontas desfiadas. Com a leveza dos fios causada pelo alisante de cabelo, o efeito pode ser um frizz irritante! Evite ao máximo a tesoura fio-navalha.
  • Você não precisa aparar as pontas do seu cabelo alisado com frequência. Como eles ficam mais finos após processos de alisamento, poderá cortá-los em uma média de 2 a 3 vezes por ano. Assim, já irá deixá-los com uma aparência bonita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *